Artigos do Autor: artecimento

CONCRETO OU PAVERS: QUAL A MELHOR OPÇÃO PARA SUA CALÇADA?

Quando a obra vai se aproximando do fim, chega o momento de fazer os últimos serviços e entre eles está a calçada. E nesse momento surge a dúvida: qual melhor material para calçada?

Para poder ajudar quem está em dúvidas, seja na fase de projeto ou quem já está próximo da execução, vamos comparar dois dos materiais mais utilizados nas calçadas atualmente: o concreto convencional e o bloco pré-moldado de concreto, o famoso paver. 

Os dois métodos se utilizam do mesmo material: o concreto. Portanto, a grande diferença está na forma de aplicação e como esse material será empregado na sua calçada. Por isso, entender melhor algumas diferenças pode ajudar na sua escolha.

Padronização

A padronização é um ponto muito importante a ser lembrado. No caso de concreto feito in loco é impossível garantir a uniformidade do concreto. A cada traço feito, as quantidades de areia, água, cimento e brita podem mudar, ainda que pouco, mas o suficiente para que o resultado final do produto seja heterogêneo. O aspecto visual diferente ao longo da área já um indicativo ruim, contudo o principal problema da falta de padronização do concreto na calçada é que os índices de variação volumétrica ficam diferentes. Isso significa que o concreto vai se dilatar e contrair em proporções diferentes, aumentando bastante o risco de trincas e fissuras.

Esse problema já não acontece se a calçada é feita com blocos pré-moldados. Os pavers, especificamente, são produtos industrializados, produzidos com rigoroso controle de qualidade, garantindo assim todas características de desempenho, incluindo a padronização e homogeneidade.

Instalação e serviços complementares

A instalação dos dois de tipos de calçadas é bem diferente. Calçadas de concreto devem ser preparadas, niveladas, e no caso de tráfego intenso de pessoas é uma boa prática armar a estrutura antes da concretagem. A concretagem deve ser feita, sempre que possível, de maneira ininterrupta, para garantir que o concreto se torne monolítico. Depois da concretagem, é preciso respeitar o período de cura antes de executar qualquer novo serviço complementar, como por exemplo a execução das juntas de dilatação (se elas não foram posicionadas antes da concretagem) e pintura.

A preparação do solo para instalação de pavers deve respeitar as recomendações da norma e do fabricante, especialmente em relação a compactação e níveis de rebaixamento do terreno. São feitas camadas de areia ou pó de brita para depois serem colocados os blocos. O paver não é aderido com argamassa, por isso sua instalação é bem rápida, podendo chegar até a 150m² por dia. O contato das peças fazem o intertravamento, e não é necessário a execução de nenhum tipo de junta de dilatação, pois os próprios encontros entre as peças já permitem a movimentação de toda a calçada, evitando assim qualquer tipo de problemas com trincas e fissuras. Por não utilizar argamassa de assentamento, não há nenhum processo de cura e a calçada já está liberada ao tráfego imediatamente após o término da execução do serviço.

Durabilidade e Manutenção

Ao longo dos anos as estruturas de concreto, especialmente as que estão expostas ao sol, chuva, sujeira e abrasão, tem a tendência de apresentar falhas. Mesmo com juntas de dilatação executadas, é possível que as movimentações térmicas levem à falhas. Além disso, umidade, surgimento de matéria orgânica como lodo, vegetação, são outros problemas comuns nas calçadas de concreto. Por isso, é preciso tomar cuidado quando os primeiros sinais de problemas aparecerem, e fazer as manutenções periódicas na calçada.

As calçadas de paver também demandam manutenção contra o surgimento de matéria orgânica, porém, como já vimos, não sofre com trincas e rachaduras. Dessa forma, podemos dizer que a durabilidade da calçada de paver é maior, e quando é preciso fazer algum tipo de manutenção (peças soltas) é possível fazer a reposição sem comprometer a padronização da calçada.

 

A Artefatos de Cimento Santo Antonio trabalha com pavers de diversas espessuras e cores, produzidos dentro dos mais rigorosos padrões de qualidade. Para suas dúvidas sobre calçadas de pavers, entre em contato ou faça-nos uma visita!

 

 

COMO USAR BLOCOS DE CONCRETO NA DECORAÇÃO DA SUA CASA

Não é de agora que materiais de construção e jardinagem são utilizados de forma criativa na decoração, mas ultimamente este recurso está ganhando cada vez mais destaque. O mais interessante é que se antes estes materiais de baixo orçamento eram usados provisoriamente até que um móvel finalmente pudesse ser comprado, hoje eles fazem parte da decoração como um projeto permanente, principalmente quando utilizados de forma criativa.

Os blocos de concreto são os mais utilizados para cumprir bem esta função. Seus diversos tamanhos e modelos disponíveis no mercado oferecem um ar brutalista à composição, além de versatilidade e praticidade na hora da montagem, já que eles podem se tornar facilmente uma mesa de centro, um criado-mudo, um rack estiloso ou uma estante para livros. O único trabalho que você terá é definir qual o formato e tamanho adequado ao seu projeto, porque de resto, é só tratá-lo ou pintá-lo, e fixar uma peça à outra com um produto específico. E isso, até quem se julga incapaz de executar trabalhos manuais consegue fazer!

Como usar os blocos

Se a ideia é usar os blocos de concreto em sua cor natural, é necessário fazer um tratamento simples com cada peça, aplicando uma camada de hidrofugante. Assim é garantido que os blocos não vão se esfarelar com o tempo. Caso queira pintá-los, esta etapa de tratamento pode ser pulada, basta escolher uma tinta comum de parede que a preservação será garantida.
Para fixar uma peça à outra ou em outros tipos de materiais com mais delicadeza, como madeira, por exemplo, utilize um multifixador de alta adesão. Há no mercado um produto específico para esse fim chamado “Multifix – Fixa sem Prego”, uma cola com elevado poder de adesão que garante fixação rápida e sem sujeira.

 Confira as mais diversas maneiras de se usar blocos de concreto em sua decoração na lista de imagens abaixo:

1. Uma escrivaninha com a cara da sustentabilidade

Para garantir a durabilidade das peças utilizadas para a construção de seus móveis, utilize alguns produtos que ofereçam vedação ao material, tanto para os blocos de concreto como para as ripas e tábuas de madeira.

2. Base para os assentos da varanda

Estes bancos para a área externa da casa foram construídos com vigas de madeira lixadas, pintadas e encaixadas nos nichos de cada bloco dispostos nas laterais. Para maior conforto, almofadas confeccionadas sob medida foram incluídas como assentos.

3. Cantinho repleto de personalidade

Este pequeno bar mostra o quanto este tipo de produção pode ter a estrutura que o executor quiser sem nenhum trabalho. Com apenas quatro blocos, uma mesa baixa foi montada e a sua superfície ficou por conta de uma tábua de madeira envernizada.

4. Uma senhora adega

Toda a parede do cômodo foi revestida com blocos vazados, e cada um de seus nichos serviu como um perfeito encaixe para garrafas de vinhos e frisantes desta adega brutalista e sofisticada.

Veja mais em: www.tuacasa.com.br/bloco-de-concreto-na-decoracao/ 

 .

A Artefatos de Cimento Santo Antonio trabalha com blocos de concretos, produzidos dentro dos mais rigorosos padrões de qualidade. Para suas dúvidas sobre blocos, entre em contato ou faça-nos uma visita!

 

O QUE SÃO ARTEFATOS DE CIMENTO?

Os termos “artefatos de cimento” e “artefatos de concreto” são muito comuns na indústria da construção civil e definem, de forma geral, peças de diferentes tamanhos, constituídas ou de argamassa (cimento, areia e água) ou de concreto (areia, pedra e água), podendo receber a adição de diferentes, fibras, aditivos e pigmentos, bem como de armaduras, no caso do concreto armado.

Vantagens dos artefatos de cimento e concreto

Os artefatos em cimento e concreto vêm ganhando cada vez mais espaço na construção civil em diversas aplicações, contribuindo para a racionalização da construção e a agilidade da obra. Por serem peças pré-fabricadas, evitam o retrabalho para a correção de imperfeições decorrentes da moldagem in loco, além de evitar desperdícios e garantir a qualidade e a durabilidade das peças.

Também com relação à sustentabilidade da obra, estas peças apresentam vantagens: contribuem para a racionalização de insumos e mão de obra, são recicláveis e promovem uso racional e consciente da água em sua produção.

 

A Artefatos de Cimento Santo Antonio trabalha com diversos tipos de produtos de cimento, todos produzidos dentro dos mais rigorosos padrões de qualidade. Para conhecer ou tirar suas dúvidas sobre os nossos produtos entre em contato ou faça-nos uma visita!